You are currently viewing Estudantes participaram do projeto Conte para Todos

Estudantes participaram do projeto Conte para Todos

Projeto “conte para todos” que abordou importância da leitura

Cerca de 500 estudantes da escola Britânia participaram do projeto “conte para todos” que abordou o respeito às diferenças e a importância da leitura

Iniciativa do Governo do Estado com o apoio do Departamento Municipal de Educação da Ilha, o Projeto Conte para Todos, contou com a participação de cerca de 500 estudantes da Escola Britânia.

Realizado na quarta 29/05, no Espaço Cultural Plínio Marcos, contou com a presença da educadora Lilian Damasceno, que narrou a história de uma corajosa princesa que resolve lutar para defender o reino e a honra de seu pai.

projeto-conte-para-todos

Trata-se de um conto romeno repleto de aventuras e magia livremente inspirado em O Príncipe Dragão, de Neil Philip, do livro “A volta ao mundo em 52 histórias”, publicado no Brasil pela editora Companhia das Letrinhas.

O Projeto ressalta a importância de todos os seres, a valorização da empatia, o respeito às diferenças e a defesa dos direitos iguais para compartilhar com o público de todas as idades. Também teve os objetivos de aproximar o universo literário do público em formação e promover o hábito da leitura por meio de contos de histórias divertidas e dinâmicas.

Um pouco sobre a história dos contos

volta-ao-mundo-em-52-historias

Com 52 narrativas de 33 países dos cinco continentes, essa coletânea inclui clássicos como “Chapeuzinho Vermelho” e histórias cuja difusão se restringiu a determinadas culturas, como “Soliday e o corvo”, da Jamaica. Alguns contos pouco conhecidos no Brasil, como o tcheco “A raposa manca”, assemelham-se a narrativas famosas, como “O Gato de Botas“. Todas as histórias são complementadas por informações paralelas sobre sua origem, seu tema e seus símbolos, sobre locais e personagens relacionados com os protagonistas, sobre o país e a época em que teriam se desenrolado, etc. Desenhos, quadros famosos e fotografias compõem o material iconográfico e ajudam a dar a esse livro o caráter de uma “história das histórias”. A pesquisa e a organização do volume são do inglês Neil Philip, especialista em mito e folclore na literatura infantil.

Fonte: Companhia da Letras

Fonte: Município de Ilha Comprida – Assessoria de imprensa