Segundo os nativos significa “Lugar onde a terra encontra o amor”

A história da Ilha Comprida, remonta da pré-história como registrado por 28 sambaquis catalogados em todo o município montes de conchas, ossadas e artefatos produzidos pelos homens canoeiros, conchófagos e ictíogagos que habitavam a região a milhões de anos atrás.

Originalmente chamada Ilha de Maratayama pelos nativos Tupis, que significa “lugar onde a terra encontra o mar” ou “terra do mar”.

Ilha Comprida a história

A história de Ilha Comprida confunde-se com as origens dos povoados de Iguape e Cananeia que no período Pré-Colonial do Brasil foram ocupadas por europeus expulsos de sua pátria que logo se aliaram aos povos indígenas da região.

história-de-ilha-comprida-1024x708

Quem foi Cosme Fernandes Pessoa?

bacharel-de-cananéia-715x1024

Segundo estudos e evidências encontradas o primeiro homem branco foi um aventureiro português, chamado de Cosme Fernandes Pessoa, ou “Bacharel Mestre de Cananéia”, era um homem letrado que falava bem, formado em Coimbra e que em 1501 foi enviado ao sul do litoral de São Paulo, onde de acordo com uma escritura pública tomou propriedade de Gonçalo Monteiro as instalações de estaleiros, arsenais e arredores do Porto das Naus além de promover o tráfico de escravos.  

Ele foi abandonado junto com outros cristãos novos degradados perto de Cananéia por Martim Afonso de Sousa o fundador de São Vicente por volta de 1531 e posteriormente vingou-se saqueando a cidade durante a Guerra de Iguape.

Este ponto de encontro entre terra e mar deu ao local, no litoral sul de São Paulo, uma paisagem impressionante ao longo de seus 70 km de longitude por 5 km de latitude, onde é possível encontrar até sete diferentes biomas que vão do mangue à restinga.

Se a oeste o mar aberto agrega os adeptos do surf, a leste corre um rio de águas calmas que atrai os pescadores.

rascunho-do-povoado-de-sao-Vicente-por-Gaspar

Gravura da povoação do Bacharel de Cananéia em São Vicente feita pelo Artista Plástico Gaspar Mariano

Há ainda lagos e terra decorada por orquídeas, jerivás, araçás, bromélias, samambaias, pitangueirasentre outros, habitada por mamíferos, crustáceos, peixes, répteis e aves.

Centenas de espécies de aves nativas ou migratórias que encontram na Ilha Comprida um lugar ideal para o descanso, alimentação e procriação.

Este é o lugar onde o Criador decidiu dedicar um tempo especial e com certeza encanta a quem admira a natureza, quer se desconectar, tem espírito explorador, ou simplesmente busca recarregar as energias em um dos cenários mais belos do Brasil.

A Ilha Comprida está abrindo suas portas ao turismo, criando acesso aos seus encantos, e todos estão convidados a curtir suas paisagens, conhecer a verdadeira essência da natureza e interagir com os costumes do local. Sejam todos bem vindos a esta inesquecível jornada.

A história da Ilha Comprida ao longo dos anos recebeu vários nomes como Ilha do Mar, Ilha do Mar Pequeno, Ilha Grande da Costa do Mar, Ilha do Candapuí e Ilha Branca.

Somente foi batizada de Ilha comprida por possuir uma grande extensão e largura reduzida, porém não é conhecido através de dados oficiais a data de batismo da Ilha Comprida.