You are currently viewing Projeto Casulo quer fortalecer organizações não governamentais da Ilha

Projeto Casulo quer fortalecer organizações não governamentais da Ilha

Integrantes de organizações não governamentais (Ongs) da Ilha Comprida reuniram-se, na quarta 28/04, com profissionais do município e do Observatório Urbano e Ambiental das Cidades (OBURBAN) para análise, estudos e definição de estratégicas para o fortalecimento das ações no município.

Trata-se do Projeto Casulo, uma parceria da OBURBAN e município que tem a meta de fortalecer o terceiro setor, o planejamento estratégico municipal e acelerar a captação de recursos, em parceria com as organizações do município.

A reunião, realizada no auditório da Escola Meu Recanto, somou-se às atividades remotas de capacitação do terceiro setor realizadas desde o início do ano.

O Projeto Casulo visa fortalecer e favorecer a captação de recursos

Participaram da reunião integrantes das seguintes organizações: Associação dos Amigos e Moradores do Balneário Monte Carlo- Unidos Venceremos; Instituto Renata Miguel dos Santos – Projeto Viva a Vida; Ong Crescer para o Futuro; União dos Balneários de Ilha Comprida base Viareggio e adjacências- UBIC; Associação de Produtos e Manejadores de Plantas Nativas (AMPIC) e Associação Praça das Artes de Ilha Comprida.

fortalecimento-ong-projeto-casulo-ilha-ilha-comprida-1-1024x769
Projeto Casulo quer fortalecer organizações não governamentais da Ilha

Entre os temas abordados, estiveram a análise das conquistas, dificuldades, captação de recursos, transparência, equipe, captação de recursos e planejamento.

 Além de gestor de Cidades, Marcelo Blanco e do consultor técnico Sérgio Chemit, da OBURBAN, a reunião contou com a presidente do Fundo Social de Solidariedade (FSS) Juliana Peitl, a gestora de projetos Sônia Rocha, do Departamento Municipal de Educação e Pérsio Alves de Almeida, do Departamento de Desenvolvimento Urbano.

Um pouco sobre o projeto Casulo

O Casulo é uma organização da sociedade civil (OSC) que atua com crianças, adolescentes, jovens e famílias das comunidades do Real Parque e Jardim Panorama, oferecendo atividades socioeducativas, culturais, de educação para o trabalho e interação comunitária.

Nasceu em 2002, como um projeto do ICE (Instituto de Cidadania Empresarial), que realizou um diagnóstico participativo com as comunidades em questão para identificar as potencialidades e necessidades da região.

projeto-casulo

Assim, em 2003, era inaugurado o Casulo com intuito de promover o desenvolvimento comunitário, tendo como eixos estratégicos: educação, cultura, empreendedorismo jovem e fortalecimento da organização comunitária.

Assumindo um compromisso de longo prazo, o ICE definiu que coordenaria esta iniciativa até que o “Projeto” estivesse em condições de se tornar uma organização social independente.

Fonte: Município de Ilha Comprida- Assessoria de imprensa